quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Os personagens e heróis envelheceram

8 famosos personagens da cultura pop mundial ganharam um ar de humanidade ao serem submetidos à ação do tempo. A vantagem de não ser real, além dos poderes e possibilidades extra, é não envelhecer, mas a simulação é comédia:

Barbie, 50 (Mattel)

Barbie é um brinquedo infantil em forma de boneca, geralmente almejada por meninas. A loira foi criada em Março de 1959 pela Mattel, sendo assim, tá na hora de atualizar a fisionomia dela para algo parecido com a simulação abaixo.


Piu-piu, 69 (Warner Bros)
O passarinho da Looney Tunes aí já passou dos 60. Piu-piu foi desenhado em 1940 por Bob Clampett.


Batman, 77 / Robin, 69 (DC Comics)
Não se sabe ao certo, mas acredita-se que o personagem de histórias em quadrinhos, Batman, tenha sido criado em 1932, por Frank Foster. Então nada mais justo que botá-lo sob ação do tempo (o Robin é de 1940).


Homem-Aranha, 49 (Marvel)
Peter Park, o sujeito por dentro desse uniforme vermelho e azul foi criado na década de 1960 pelo famoso mestre das histórias em quadrinho, Stan Lee e por seu grande parceiro, Steve Ditko. 49 anos, era até pra ele estar melhorzinho, mas o Homem-Aranha nunca foi muito de ser forte!


Mulher Maravilha, 68 (DC Comics)
Primeira heroína a ser criada em 1941, pela DC Comics.


Thor, 47 (Marvel Comics)

Baseado no Thor da mitologia nórdica, foi criado por Stan Lee, Larry Lieber e Jack Kirby. O herói é de 1962 e enfrentou vários deuses e desafios mitológicos em sua trajetória nos quadrinhos.



Hulk, 47 (Marvel Comics)
Robert Bruce Banner não é propriamente um herói, ele ganha super proporções quando fica irritadinho. O personagem Hulk é criação de  Jack Kirby e Stan Lee, em 1962. Depois de envelhecido ele deve ter ficado um pouco mais calmo.



Super-Homem, 71 (DC Comics)
Super-Homem, um dos mais famosos heróis originários das HQs, é na verdade um ser de outro planeta. Como ele não é humano, provavelmente seu envelhecimento seria mais lento. Apesar de que o cara optou por uma profissão ingrata, não a de justiceiro, mas a de jornalista.

Marcadores: ,

1 Comentários:

Anonymous Anônimo disse...

maneiro

11 de fevereiro de 2010 19:13  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial